Afastado dos grandes shows internacionais em 2017, o Estádio Nacional Mané Garrincha já conta com dois grandes eventos culturais agendados para o próximo ano. A arena está com datas reservadas para apresentações de Roger Waters, baixista e vocalista do lendário grupo britânico Pink Floyd, e do tenor italiano Andrea Bocelli.

 

 

Empresários ligados a Roger Waters fizeram uma pré-reserva entre 6 e 21 de outubro, enquanto o grupo responsável pela agenda de Andrea Bocelli deixou guardado o período de 12 a 23 de setembro. As negociações para o show do tenor estão ainda mais adiantadas. Os representantes do italiano pagaram um sinal pela data.

Para o próximo ano, Waters tem compromissos marcados na Europa e Oceania entre janeiro e agosto. Na agenda oficial do músico, disponível em seu site, o período reservado no Mané Garrincha está em aberto. O artista, que completará 75 anos em 2018, acumula diversas turnês pelo Brasil, tendo percorrido estádios e outros grandes palcos no Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e Curitiba.Se repetir a turnê programada para os Estados Unidos e Europa, Water tocará os sucessos do Pink Floyd dos álbuns “The Dark Side of The Moon”, “The Wall”, “Animals” e “Wish You Were Here”.

O secretário de Turismo, Jaime Recena, confirmou ao Metrópoles a reserva das datas. Ele informou que, na próxima semana, está agendada uma reunião com os empresários nacionais responsáveis pela turnê de Roger Waters. “Shows desse porte exigem uma complexidade maior nas negociações. Felizmente, conseguimos, ao longo deste ano, programar esses eventos.”

Atrações nacionais
Palco de sete jogos na Copa do Mundo de 2014, o estádio receberá outros grandes shows com artistas nacionais: Villa Mix, em maio, e Jorge & Mateus, na área externa, entre 1º e 5 de outubro.

Sucesso de público em sua primeira edição na capital, a Campus Party, maior evento de tecnologia do país, deve migrar para o Mané Garrincha. A data reservada é para o mês de maio.

Fonte: Metrópoles